Concessionária Autorizada Honda Motos em Foz do Iguaçu e Medianeira, Paraná.

Por Motec 24.10.2019

Antes de colocar o pé na estrada é importante dar atenção a alguns itens fundamentais

Uma das melhores sensações para o motociclista é, sem dúvida, botar o pé na estrada. A liberdade de se jogar em destinos incríveis, as histórias que vem na bagagem e os desafios de cada trajeto são o gás que desperta tanto interesse em quem possui uma moto.

Mas não se engane, é preciso planejamento, e alguns cuidados especiais antes de sair de aventurando por aí, afinal não é nada agradável ficar “a pé” no meio do caminho por conta de algum problema na moto ou encontrar situações inesperadas. É bom lembrar que Imprevistos sempre acontecem, mas é sempre bom ter um roteiro e algumas precauções na hora de viajar.

Para te ajudar a cair na estrada sem preocupação, preparamos algumas dicas que vão fazer toda a diferença para que você só tenha lembranças incríveis. Confira:

1. Escolha o modelo de moto ideal para viajar

A primeira coisa a ter em mente é qual será a moto que irá te acompanhar durante a viagem. Escolher o modelo certo é muito importante para dar mais tranquilidade durante os trajetos.

Você já deve ter ouvido histórias de motociclistas que viajaram com motos bem básicas, mas dependendo do trajeto elas podem ser bem desconfortáveis e te deixar na mão, já que não são pensadas para esse propósito. Então aposte em um modelo mais robusto que ofereça maior segurança, e que seja equipada para terrenos íngremes.

2. Conheça bem o seu roteiro

Tão importante quanto o modelo da moto, é o roteiro pelo qual você vai viajar. Parece óbvio, mas é importante um período de estudo para traçar as melhores rotas, considerar o clima, a qualidade das estradas, os locais para passar a noite, se alimentar e principalmente os postos de gasolina ao longo caminho.

3. Capriche nas ferramentas para a viagem

Nesse quesito vale apostar em um kit básico para primeiros socorros contendo algodão, gaze, tesoura, esparadrapo, e remédios para febre e dores. Antes que você chegue até um atendimento especializado, esses itens são ótimos para atendimento rápido.

Outras ferramentas importantes são as especificas para a sua moto. Leve peças para fazer ajustes rápidos na motocicleta como calibrar os pneus, por exemplo.

4. O que mais levar na bagagem

Fique atento aos itens que vai levar na mochila durante a viagem. É sempre bom andar prevenido, mas nada de exagero. Leve o necessário para curtir o trajeto e não se incomodar com bagagem extra. Como as viagens de moto são feitas em estações mais quentes por conta do clima mais agradável, prefira roupas leves e abasteça as malas com as peças que você tenha certeza que serão utilizadas.

Coloque um casaco leve para o caso de surpresa com o clima. Sapatos devem ser confortáveis e fechados, e claro, os itens básicos como produtos de higiene pessoal, água e lanches não perecíveis são essenciais na sua lista.

Para o motociclista, o bom é utilizar uma jaqueta especifica para dirigir, assim a proteção é maior.

Não custa nada lembrar que é bom levar uma quantia a mais de dinheiro para utilizar durante a viagem, caso haja algum problema que não estava previsto.

Também é possível contar com a ajuda da tecnologia para pagar menos durante as hospedagens na estrada, existem aplicativos que ajudam nessa tarefa e podem ser uma mão na roda.

Se tiver espaço na bagagem é possível pensar em levar uma barraca, caso precise dormir algum dia na estrada. Isso, claro, depende do destino escolhido. Se for um local com natureza, pode ser uma forma de imersão e aproveitamento do contato com os cenários naturais.

Com essas dicas não tem erro. Agora é só definir a data e colocar o pé na estrada!

Ao se cadastrar, você concorda em receber nossas novidades, de acordo com nossa Política de Privacidade.