Concessionária Autorizada Honda Motos em Foz do Iguaçu e Medianeira, Paraná.

Por Motec 29.06.2020

A vida útil da bateria de uma moto pode variar de acordo com a fabricação do produto, geralmente oscilando entre um e três anos. Um fator importante que pode determinar esse prazo é a utilização. Se for feita da maneira correta, fará toda a diferença. Caso contrário, ela poderá sofrer com sobrecargas, o que certamente afetará sua duração.
Novas tecnologias estão surgindo dia após dia. Diversos equipamentos eletrônicos são instalados em motocicletas, como GPS, integração com celulares e conectividade com câmeras, só para citar alguns. E a demanda por energia nas motos pode aumentar consideravelmente, e criando uma sobrecarga na bateria se esses produtos não forem instalados da maneira correta.

E para ajudar os motociclistas a utilizarem melhor suas baterias, confira os principais cuidados que é necessário tomar para evitar problemas no dia a dia.

Equipamentos eletrônicos

Errado: instalar equipamentos eletrônicos que não são originais de fábrica, como alarmes, rastreadores, faróis mais potentes e caixas de som, sem fazer a adequação do sistema elétrico.
Certo: consultar um técnico eletricista que irá ajustar as novas demandas de energia, fazendo com que a vida útil da bateria não seja afetada.

Chave de Ignição

Errado: virar a chave de ignição da moto enquanto o veículo estiver parado, sem dar a partida. Isso faz o farol se acender e poderá esgotar a capacidade da bateria.
Certo: somente virar a chave de ignição quando for realmente dar a partida para utilizar a moto. A energia utilizada para a partida já ajuda a bateria a iniciar o processo de recarregamento.

Carregamento da energia da bateria

Errado: deixar a moto parada por mais de cinco dias, por exemplo. Se ficar em desuso, poderá haver um descarregamento de energia e isso influencia na queda da vida útil da bateria.
Certo: andar com a moto por, pelo menos, cinco quilômetros por dia. Isso ajuda no carregamento da energia da bateria, mantendo a sua vida útil.

Pedal de freio

Errado: pilotar com o pé apoiado no pedal de freio. Isso faz com que a luz de freio acenda com frequência, demandando cargas de energia da bateria.
Certo: pilotar com os pés no local de apoio apropriado, para evitar o uso da energia da bateria sem real necessidade.


Está com alguma dúvida? Fale conosco!